Pular para o conteúdo
Nossas Dicas
Serviços
Contract Logistics

Regras na terceirização logística definem as obrigações das empresas

A terceirização logística é uma prática adotada por muitas empresas e que pode trazer ótimos benefícios, como o aprimoramento da prestação do serviço e a redução dos custos. Mas, para que se tenha o resultado esperado é indispensável estar atento a algumas regras que garantam uma parceria de sucesso. Entre os pontos a serem analisados está a adequada seleção das empresas terceirizadas e a formalização do contrato.

A maior integradora logística da América Latina, Asia Shipping (AS) afirma que essas regras na terceirização logística nada mais são do que os pilares de um acordo responsável. “Em um caso de terceirização, ambas as empresas têm pontos a colocarem sobre a mesa, sempre pensando no melhor resultado. Por isso, estar ciente das responsabilidades e buscar a melhor forma de firmar essa parceria é a atitude correta”, afirma. 

 

A terceirização logística é realmente necessária? 

Para decidir se esse é o melhor caminho a seguir, a recomendação é realizar a Análise SWOT, ferramenta utilizada para fazer análise de cenário, embasada na gestão e no planejamento estratégico da empresa. Com ela, é possível identificar as vantagens, desvantagens, oportunidades e ameaças. Quando decidido, é preciso começar a organização e o planejamento das próximas ações.

 

Seleção dos parceiros

Seja para contar com um ou mais parceiros, é indispensável fazer uma seleção adequada. “As opções do mercado são várias, mas é preciso identificar empresas que realmente levam o trabalho a sério e se preocupam em fazer uso de diferentes ferramentas, métodos e tecnologias para satisfazer o cliente”, afirma a AS. Ambas as empresas também precisam estar cientes de que é necessário se adaptar ao modelo de negócios uma da outra. 

 


 

Custo x Proposta de serviço 

O preço não é tudo na hora de avaliar uma boa empresa de terceirização logística. Muitas vezes, as empresas com menor preço não oferecem as melhores condições e muito menos dispõe dos melhores equipamentos. Conhecer a solução completa permitirá uma análise comercial e técnica mais adequada e justa.

 

Formalização do contrato

A formalização do contrato garante que a prestação do serviço seja devidamente realizada, sob uma pena a ser estipulada entre as partes. Essa é a oportunidade de destacar também as obrigações de cada empresa, bem como explicitar as políticas institucionais para que o prestador tenha ciência. 

 

Comunicação

Por mais que a terceirização logística dê ao parceiro a responsabilidade de realizar a função pela empresa, não significa que o trabalho não precise ser supervisionado. Alinhar as estratégias e metodologias a serem utilizadas exige que os profissionais das duas empresas tenham uma boa comunicação. Para que isso seja possível, é preciso disponibilizar canais, além de realizar reuniões periódicas de alinhamento. É essencial que o prestador conheça as expectativas do seu cliente para que seja possível concentrar os esforços em melhor atendê-lo. Isso faz com que a empresa seja sempre franca e exponha o que realmente espera. 

A AS conta que uma das maneiras pela qual atende satisfatoriamente seus clientes é o CW1, sistema informatizado para acelerar e organizar os procedimentos. “Ele permite que o cliente tenha a informação online disponível no mesmo momento em que a ação é realizada no sistema, seja ele na origem ou no destino da carga”, explica. Além deste, vários outros métodos também são colocados em prática, como sobre a definição do melhor modal a ser utilizado em diferentes circunstâncias.