Pular para o conteúdo
Mercado
Últimas notícias
Mundo

Com 195 mil contêineres movimentados, Asia Shipping está novamente no 50 Top Ocean Freight Forwarders

A Asia Shipping, maior integradora logística da América Latina e referência no transporte internacional de cargas, está mais uma vez está no ranking “50 Top Ocean Freight Forwarders” do jornal americano Transport Topics. A única empresa latino-americana entre as 50 maiores do mundo, a AS conquistou a sua 6º indicação na categoria transporte marítimo ao movimentar 195 mil contêineres por água internacionais durante o ano de 2019, o que garantiu a empresa a 47ª posição.

O “Top 50 Logistic Companies” do Transport Topics, em parceria com a Armstrong and Associates, classifica, com base na receita líquida anual, as maiores empresas de logística do mundo. O ranking ainda possui categorias como Transporte Marítimo, Aéreo, Dedicado, Armazenagem refrigerada, Armazenagem Seca e Corretora de mercadorias. Além desta pesquisa, o jornal Transport Topics publica regularmente ainda as TOP 100 empresas de transporte dos EUA e Canadá, as TOP 100 entre as Freight forwarders de alimentos da América do Norte, entre outros.

“Estamos há 24 anos no mercado, nascemos na América Latina, onde a maioria dos nossos esforços e investimentos estão concentrados. Com investimentos constantes em tecnologia e treinamento, temos orgulho de ter construído uma empresa focada na inovação com modelos operacionais que atendem as características e demandas do nosso mercado. Não se faz nada sozinho, não teríamos conseguido sem um time dedicado e competente, um dos grandes valores de nossa organização”, explica Alexandre Pimenta, CEO da Asia Shipping.

Atualmente, a Asia Shipping conta com mais de 1000 colaboradores, 38 escritórios próprios em 11 países e uma rede completa de representantes nos cinco continentes, desenvolvendo soluções de logística integrada adequada aos mais diversos negócios. No momento atual da pandemia, a empresa tem atendido as empresas brasileiras com alternativas de rotas e charters exclusivos em busca de manter nosso país abastecido e amenizar os impactos da COVID-19.

 

Artigo veiculado originalmente no Portal Terra