Mercado
Últimas notícias

ASIA SHIPPING É CERTIFICADA COMO OPERADORA ECONÔMICA AUTORIZADA – OEA

Temos o prazer de anunciar a todos nossos parceiros comerciais que a ASIA SHIPPING TRANSPORTES INTERNACIONAIS LTDA aderiu o Programa Brasileiro de Operador Econômico Autorizado-OEA, e foi certificada pela Receita Federal conforme Ato Declaratório Executivo n° 03/2018.

Dentre outros, esta certificação vem comprovar que a ASIA SHIPPING está em consonância com as principais normas internacionais de segurança da cadeia logística, cumprindo e demonstrando para Receita Federal, todos nossos controles, processos e metodologia de trabalho que foram objetos de auditoria e agora, de certificação.

Os trabalhos foram iniciados em 2014 e em 2018 colhemos os frutos destes intensos trabalhos, investimentos e dedicação de nossos colaboradores. A partir de agora a ASIA SHIPPING se torna variável positiva no gerenciamento de risco logístico e aduaneiro de suas operações.

Não paramos por aí! O plano de “Global Safe and security” da Asia Shipping já contava com o escritório da Índia como empresa certificada AEO, e os trabalhos seguem com a mesma intensidade nas demais filiais do mundo.

Dividimos esta conquista como todos nossos parceiros comerciais, pois é um momento de celebração e reconhecimento!

Nossas Dicas
Serviços
Exportação

Exportação direta ou indireta: descubra a qual a melhor opção para a sua empresa

Com expectativa de ganhar novos mercados e expandir, a maioria das empresas brasileiras começa a exportar.  Trabalhar com o mercado internacional é um desafio para toda empresa e para realizar essa atividade com sucesso, o primeiro passo é escolher qual a modalidade de envio mais adequada: a exportação direta ou a exportação indireta. Cada uma possui vantagens e características distintas que podem ser adequadas dependendo do negócio. E para definir o melhor caminho para o seu negócio, que tal conhecer melhor essas opções?

Exportação direta

Nesta modalidade não existe nenhum intermediário no processo, ou seja, a própria empresa é a responsável pela venda externa. Assim cuida de todas as etapas desde a produção, passando pelas burocracias, até o embarque.

As empresas que desejam optar pela exportação direta devem fazer a habilitação para operar com o comércio internacional e estar cadastradas no Siscomex e em outras instituições que também atuam nos processos de exportação. Ao se depararem com a necessidade de atuar fabricante, exportadora e embarcadora, algumas companhias optam por terceirizar algumas das etapas, como a contratação de uma empresa para realizar o despacho aduaneiro.

Entre as principais vantagens da exportação direta está a exposição internacional da marca, lucro maior sem a utilização de intermediários, maior independência e personalização já que o serviço será realizado pela própria empresa e autonomia para buscar mercados e parceiros do seu interesse.

Exportação indireta

Nesta modalidade, o fabricante comercializa os seus produtos para uma empresa habilitada a exportar, pode ser uma trading company ou uma comercial exportadora, e essa realização a negociação e operação com o comprador internacional. Será essa intermediadora a responsável por liberar os produtos na Receita Federal e embarcá-los para os outros países, evitando qualquer contato entre o produtor e a empresa importadora.

Entre os principais benefícios da exportação indireta é a anulação de erros por falta de experiência no comércio internacional; praticidade e simplicidade, pois a empresa não precisa se preocupar com as etapas da exportação; economia em relação a equipamento e recursos humanos, visto que a atividade será realizada fora da empresa

Tanto a exportação direta quanto a exportação indireta possuem benefícios que a sua empresa pode aproveitar. O importante é avaliar a melhor opção para a sua empresa e encontrar parceiros confiáveis, como a Asia Shipping, maior integradora de logística da América Latina. Venha conhecer os nossos serviços!

Nossas Dicas
Serviços

Inspeção pré-embarque garante a qualidade dos produtos importados

Vai importar produtos ou matéria prima e está com medo que a sua carga chegue danificada ou muito diferente do que se imagina? Ou simplesmente não chegue? Esse é um dos maiores temores das empresas importadoras, principalmente no primeiro contato com novos fornecedores. Essa preocupação é justificável, visto que na maioria das importações, os itens são pagos antecipadamente, em alguns casos até antes da produção, e esperar que eles desembarquem no Brasil para realizar testes e verificar conformidade, pode ser tarde demais. Mas como evitar esse problema? A melhor opção é fazer uma boa inspeção pré-embarque.

Considerando que as operações de importação requerem cuidados e esforços que minimizem um possível problema ou impacto. Para ter a certeza que você não terá surpresas negativas ou prejuízos no seu contêiner existem duas medidas que podem ser tomadas: contratação de seguro e inspeção pré-embarque. A contratação do seguro garante que em caso de avarias, roubos ou outros problemas ocasionados por terceiros, o importador seja ressarcido. Porém, a melhor forma de garantir que seus produtos embarquem corretamente é com a inspeção da mercadoria.

 

 

Apesar de toda facilidade alcançada com a internet, é indicada a inspeção de cargas presencial, garantindo a conformidade dos produtos antes mesmo da saída do terminal do país de origem. O inspetor fará a verificação dos seus produtos e irá inspecionar se tudo o que foi combinado com o fornecedor está dentro do contêiner. Além da medição, observação e realização dos testes necessários para verificar se os produtos estão de acordo com o que você combinou com os fornecedores e as normas técnicas do seu setor, analisará fatores como as condições do contêiner, garantindo a integridade da carga.

Assim, as empresas que possuem pagamentos antecipados de importação, devem sim possuir um parceiro comercial no país de origem da sua carga, pois desta forma, terá total controle da operação que está realizado. Vai importar e quer uma inspeção pré-embarque de qualidade e segura? Conte com os serviços da Asia Shipping!

Nossas Dicas
Financeiro

Quanto vou pagar de armazenagem nos portos brasileiros?

 

Essa é uma das maiores dúvidas dos importadores brasileiros, isto porque, há diversas variáveis para se chegar ao valor final desta despesa. Para responder esta questão, precisaremos iniciar com outra:

– Por quanto tempo sua mercadoria irá ficar no recinto alfandegado?

Afinal, quanto mais tempo ficar armazenada, maior será o custo.

Bem, para responder esta questão será necessário saber ou prever, os diferentes tipos de parametrização da sua declaração de importação (verde, amarelo, vermelho e cinza). Sim, afinal, o “canal” impactará diretamente no tempo que sua mercadoria ficará armazenada.

Além do próprio tempo em que a receita Federal leva para analisar seu processo, temos a condição da possibilidade/agenda/espaço do próprio recinto alfandegado em separar a mercadoria para conferência, ou seja, haverá dependência da performance da Receita Federal e do Recinto Alfandegado. Em média, considerando os diversos recintos “porto/porto seco/aeroporto”, os tempos de liberação podem ser estimados conforme abaixo:

 

CANAL VERDECANAL AMARELOCANAL VERMELHOCANAL CINZA
Desembaraço imediatoEntre 4 a 8 diasEntre 8 a 16 diasEntre 90 a 180 dias

 

Dentre outras questões, é pelo valor da armazenagem que o “canal verde” se torna tão desejado pelas empresas.

 

A base de cálculo primária – Valor CIF

A base de cálculo considerada para apurar o valor da armazenagem é o valor aduaneiro. Sobre o valor aduaneiro é aplicado um percentual que pode ser calculado na forma de “dias ou períodos” conforme o recinto alfandegado. Logo, basta você acessar os sites dos recintos, analisar a tabela de preços e estimar o valor desta despesa.

Serviços Complementares

Precisamos concordar que uma mercadoria não é apenas “armazenada” nos portos, para que se chegue nesta condição, há uma movimentação, posicionamento, em alguns casos, desova, separação. Depois de desembaraçado, houve um carregamento, ou seja, serviços acessórios ou complementares a própria armazenagem. Estes serviços são executados e cobrados pelos recintos, adicionalmente aos valores da armazenagem.

Diferenciais Asia Shipping

Com os serviços da AS, seus custos de armazenagem serão reduzidos expressivamente. Garantimos a otimização logística de sua empresa através de parcerias nos principais portos e terminais brasileiros, cumprimento de agendamentos, garantia de espaço físico, além de relatórios de desempenho e de projeção.

Conte com o trabalho da AS Terminais para obter diferenciais competitivos e personalizados nas áreas operacional e comercial!

Serviços
Carga Projeto

Carga projeto: conheça os desafios enfrentados nesse tipo de serviço!

Muito utilizado por indústrias como energia, petróleo e gás, química e mineração, o serviço de carga projeto, especiais ou indivisíveis, aquelas que ultrapassam os limites regulamentares definidos pelo Contran/Denatran, é desafiador. O planejamento para alcançar bons resultados durante esse tipo de operação logística precisa ser bem detalhado e feito com muito cuidado. Para que a carga chegue ao destino, é preciso viabilizar os possíveis itinerários e modais de acordo com as medidas e peso da mercadoria, além de mensurar os possíveis riscos, entraves e dificuldades da rota, evitando que imprevistos atrapalhem a operação.

Conheça os principais desafios deste tipo de serviço!

 

Dimensão

O tamanho, o peso e alto valor agregados são os maiores desafios no transporte de cargas especiais. Além de um modal que comporte a mercadoria, os terminais de embarque e desembarque precisam ter equipamentos adequados para a alocação e retirada da carga. Além disso, dependendo do objeto em questão o seu transporte por algumas vias pode causar transtornos e riscos à segurança da carga. É aí que começa um planejamento detalhista para operação de cargas especiais, nos estudos e análises da própria mercadoria.

 

Condições da rodovia

Para locomoção de carga dentro do país, o modal rodoviário é o mais utilizado, porém a condição da malha rodoviária pode dificultar o serviço de carga projeto. Existem boas rodovias no país, principalmente nas regiões Sul e Sudeste, porém em algumas áreas mais distantes as estradas não têm estrutura. Desvios, passarelas, vias estreitas e viadutos muitas vezes dificultam esta logística, além das condições que deixam a desejar, dificultando o trânsito, aumentando a depreciação dos equipamentos e consequentemente adicionam mais custos na logística.

Uma alternativa que está crescendo nos últimos anos é a cabotagem, que minimiza os impactos, principalmente em relação ao tempo de trânsito até o destino final.

 

Burocracia

Colocar uma carga especial em circulação não é tão simples, é preciso ter licenças especiais para trafegar em rodovias e acompanhamento dos órgãos de trânsito (municipal, estadual ou federal), além de os altos custos das taxas e a dificuldade de atender as normas ou os procedimentos dos órgãos municipais, estaduais, federais e concessionárias, que podem mudar em alguns estados e regiões. Mais uma vez, o planejamento é necessário!

 

Além de todos os desafios, é preciso ter muito cuidado no carregamento, manuseio e descarregamento da carga, por se tratarem de materiais de grandes dimensões e terem alto grau de risco. Para garantir a segurança e entrega da sua carga projeto, conte com uma empresa especializada, conte com a Asia Shipping e expanda seus horizontes!

Seguro de Carga

Dúvidas sobre o seguro de carga? Conheça os tipos disponíveis!

Bens ou mercadorias transportadas em meios ferroviários, rodoviários, aéreos e hidroviários precisam estar segurados, independentemente se o transporte feito será feito por uma empresa especializada ou por um profissional autônomo. O seguro de carga é contratado pelo proprietário da carga para cobrir riscos como danos causados por acidentes, roubos e furtos, prejuízos decorrentes da operação, entre outros. Há formas de seguro obrigatório e facultativo, você conhece todos eles? Confira e evite erros na hora da contratação!

 

Seguro de Transporte Nacional

Obrigatório, este seguro de carga cobre danos causados a mercadoria seja por colisão, capotagem, abalroamento, tombamento, incêndio ou explosão, além de assaltos e desaparecimentos em todos o território nacional, seja o transporte em veículos próprios ou de empresas contratadas. Esse tipo de seguro pode ser contratado em apólices avulsas (uma para cada viagem) ou apólice aberta (que contempla várias viagens).

RCTR-C

Seguro de Responsabilidade Civil do Transportador Rodoviário de Carga (RCTR-C) é obrigatório para todas as empresas que trabalham com transporte de carga. A cobertura deste seguro cobre avarias à carga em casos de acidentes rodoviários, garantindo ao transportador rodoviário o reembolso de prejuízos causados às mercadorias transportadas. A cobertura é válida para todo o território nacional.

RCTA-C

Responsabilidade Civil do Transportador Aéreo de Cargas (RCTA-C) é semelhante ao RCTR-C, só que utilizado no caso do modal aéreo. Assim como o primeiro cobre os danos aos produtos de terceiros nos casos que as perdas ou danos foram causados por culpa do transportador segurado. Ou seja, esse seguro serve para possíveis acidentes com a aeronave que danifiquem a carga.

RCA-C

A cobertura da Responsabilidade Civil do Armador – Cargas é semelhante as demais só que em relação aos transportes aquaviários, sendo obrigatória para transportes fluviais, marítimos e de lacustres.

RCF-DC

Responsabilidade Civil Facultativa do Transportador Rodoviário por Desaparecimento de Carga (RCF-DC) é um tipo de seguro de carga facultativo, ou seja, fica a cargo da empresa de transporte decidir se quer ou não contratar o seguro. A cobertura do RCF-DC abrange furto por ameaça grave ou violência, e até o desaparecimento de carga, quando o veículo também é levado pelos assaltantes. O valor é calculado de acordo com o modal utilizado, mercadoria, embalagem, perecibilidade, destino, frequência de ocorrências, valores indenizados e tipo de cobertura.

RCT-VI

O Seguro Responsabilidade Civil do Transportador em Viagem Internacional como o próprio nome indica é indicado em casos de viagens internacionais, principalmente entre os países do Mercosul. Esta modalidade de seguro cobre danos provocados à carga por acidentes como tombamentos, colisões, incêndio, explosões, etc.

 

Ainda em dúvidas sobre o seguro de carga? Conte com a orientação da maior operadora logística latino-americana, conte com a Asia Shipping!

Mercado

Conheça um pouco mais sobre os maiores portos brasileiros

A infraestrutura portuária brasileira é bem desenvolvida, com inúmeras instalações em diversos estados e cidades, além de porte e atividades diferentes. Juntos, eles movimentam milhões de toneladas anualmente. Porém, dentre as diversas estruturas portuárias, alguns se destacam pelo tamanho e grandeza das operações. Características como volume e valor movimentado e área de influência são os principais fatores de avaliação dos maiores portos brasileiros, que tal conhecer um pouco mais sobre eles? Confira!

Porto de Santos

Administrado pela Companhia Docas do Estado de São Paulo (Codesp), o Porto de Santos está apenas há 70km de um dos maiores polos econômicos da América Latina e a menos de 200km de 90% dos maiores polos industriais do estado. Além disso abrange outros estados como Minas Gerais, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Goiás, região que abrange cerca de 60% do PIB nacional. Atende principalmente à indústria mecânica, de materiais de transporte, química, alimentos, bebidas, metalurgia, agroindústria e madeira, porém é o porto com a maior diversidade de produtos importados e exportados no país.

Porto de Paranaguá

Localizado no estado do Paraná, o Porto de Paranaguá abrange uma área de mais de 800.000 km², que inclui além do próprio estado, São Paulo, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, Rondônia e até o Paraguai. Os principais produtos movimentados neste porto são de setores como agroindústria e madeira, materiais de transporte, alimentos, bebidas e indústrias química e mecânica. As exportações paranaenses através do Porto de Paranaguá, tem como principal destino a comunidade europeia (40,70%), seguida pelos Estados Unidos, inclusive Porto Rico (25,50%) e pelo Mercosul (14,89%).

Porto do Rio de Janeiro

O Porto do Rio de Janeiro atende aos estados do Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais, Espírito Santo, Bahia e sudoeste de Goiás, entre outros. Um dos mais movimentados do país, tem como principais cargas produtos de metalurgia, materiais de transporte, minerais e indústrias química e mecânica. Administrado pela Companhia Docas do Rio de Janeiro (CDRJ), conta com 6.740 metros de cais contínuo e um píer de 883 metros de perímetro,

Porto de Itajaí

Localizado em Santa Catarina é categorizado de médio porte, possui cais acostável de 740m com 4 berços de atracação. Possui 3 armazéns para carga geral totalizando 15.800m², um armazém frigorífico com 1.180m², pátios asfaltados e alfandegados totalizando 38.000m² e retroporto asfaltado de 25.000m³. Opera principalmente com a agroindústria e madeira, eletroeletrônica e indústrias mecânica e têxtil.

Porto de Vitória

O Porto de Vitória, Espírito Santo, recebe movimentações principalmente de minerais, papel e celulose, agroindústria e madeira. A área de influência e atratividade do Porto de Vitória abrange mais de 26% do território brasileiro próximo aos centros que produzem a maior parte do PIB nacional, atingindo, além do próprio Espírito Santo, as regiões do sul da Bahia, norte do Rio de Janeiro, Minas Gerais, Distrito Federal, Goiás, Tocantins, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul.

A Asia Shipping tem orgulho de dizer que tem escritórios nos principais portos brasileiros, todos eles prontos para atender a demanda da sua empresa e garantir um transporte seguro e eficiente para a sua carga. Entre em contato!

Serviços
Aéreo

Modal aéreo garante agilidade e segurança a logística de mercadorias

Fazer a distribuição de produtos vai muito além do custo, para garantir a satisfação dos clientes é preciso entregar as mercadorias com agilidade e segurança, assegurando que os itens serão entregues no prazo prometido e em perfeitas condições de uso. Em locais de difícil acesso ou distantes, os prazos oferecidos por outros modais podem ser longos ou até impossíveis de fazer.

Nesta situação, o modal aéreo ganha espaço, não apenas para o transporte de mercadorias de alto valor agregado ou encomendas urgentes, se tornando uma ótima alternativa para viagens de longa distância. O transporte de cargas pode ser realizado por aeronaves cargueiros ou nos porões das aeronaves de passageiros tanto para distribuição nacional como internacional de produtos como vacina, perecíveis, animais, cargas de alto valor agregados, eletrônicos, documentos, entre outros.

Conheça as vantagens de investir no modal aéreo na logística da sua empresa!

 

Agilidade

Com o transporte aéreo, a entrega de mercadorias é mais rápida do que com qualquer outro modal, dependendo da região que a carga precisa ser enviada, ela poderá chegar no mesmo dia, garantindo que seus produtos não se atrasem, os clientes fiquem satisfeitos e a sua empresa possua um grande diferencial diante da concorrência.

 

Segurança

Os índices de furto ou extravio de mercadorias no modal aéreo são menores que nos demais, além das companhias áreas possuírem maior controle e responsabilidade sobre a carga despachada. Ainda mais, produtos que demandam mais cuidados e proteção devem ser despachados via transporte aéreo, devido os cuidados e proteção oferecidos nesta modalidade.

 

Regiões de difícil acesso

Realizar a entrega de produtos em algumas áreas, principalmente no Brasil, pode ser uma tarefa difícil. Com a grande extensão territorial brasileira, a distribuição de mercadorias em algumas áreas só pode ser realizada pelo modal aéreo, garantindo a entrega dos itens em segurança e em curto prazo.

 

Despacho de documentos

Algumas empresas que possuem filiais em cidades ou estados diferentes precisam realizar o trânsito diário de documentos e devido à distância, o modal aéreo se torna a opção mais viável para garantir a entrega no prazo.

 

Quer aproveitar todos esses benefícios? Venha conhecer o novo serviço de Aéreo Doméstico da Asia Shipping, além dele também realizamos a importação e exportação por esse modal. Entre em contato!

Nossas Dicas
Serviços

Fracionada, completa ou especial: conheça os diferentes tipos de carga!

Independente do porte da empresa, a exportação e importação se tornou uma necessidade para a expansão dos negócios, porém a maioria delas veem na alocação das cargas um problema, visto que diversas vezes, a quantidade de produtos que será despachada não preenche todo o frete. Para complicar ainda mais, a diversidade dos termos técnicos acaba confundindo quem ainda não tem experiência com comércio exterior e logística. Para essas situações, é preciso entender sobre as diferenças entre 3 tipos principais de cargas: a carga fracionada, a carga completa e a especial. Confira abaixo a definição de cada um deles, mas é importante lembrar que o tipo de produto e o modelo de negócio são os fatores que definirão qual será o tipo de carga a ser utilizada, não existe uma solução definitiva, tudo depende do caso.

 

Carga fracionada

Um caminhão, carro, navio ou avião possuem determinada capacidade de ocupação do espaço destinado ao carregamento das cargas, esse tipo de carga é indicado para empresas que precisam despachar os seus produtos, porém a quantidade, peso ou dimensão dos itens não preencheria totalmente um veículo, tornando o valor do frete inviável para realizar a venda. Nesta modalidade, as mercadorias de diversas empresas com o mesmo destino são consolidadas (unidas) para juntas serem transportadas e o valor do frete dividido entre todos os remetentes.

Com esse tipo de modalidade de frete, a transportadora irá procurar sempre fornecer as melhores soluções para os clientes, garantindo a integridade dos produtos e possibilitando a redução dos custos com o transporte e, consequentemente, diminuindo as despesas agregadas aos seus produtos.

 

Carga completa

Quando a carga da empresa irá ocupar o espaço total do modal, ela é reconhecida como carga completa. Este tipo de serviço garante a exclusividade do cliente e é geralmente utilizado por empresas em busca de rapidez no processo de entrega. Assim o principal objetivo desta modalidade não é o melhor aproveitamento de espaço, mas sim a agilidade na entrega dos produtos. São cargas que não podem esperar por outras para serem consolidadas e o transporte é feito considerando apenas sua própria rota. Além da urgência, muitas empresas contratam esse tipo de carga por se sentirem mais confiantes quanto à segurança de seus produtos. Afinal, os riscos de extravios são menores.

 

Cargas especiais

Alguns tipos de cargas apresentam características específicas que não permitem que elas sejam consolidadas com outros tipos de cargas sem inspeção técnica e avaliação dos riscos envolvidos. Assim também é o caso do transporte de alimentos e produtos para saúde que também possuem regras que visam manter a integridade total das mercadorias.

 

Vai exportar e não sabe como deve enviar os seus produtos? Conte com AS para encontrar o melhor caminho, frete e modal para a sua empresa!

Nossas Dicas
Serviços

Conheça as opções de modais para exportação e importação no Brasil

O Brasil é a 24º maior economia de exportação no mundo, segundo o Observatório da Complexidade Econômica (OCE). Tal movimentação exige um transporte de cargas que atenda às necessidades dos produtos e das empresas. Nesse sentido, avaliar as opções de modais para exportação e importação é determinante para fazer uma gestão logística eficiente. Conheça quais são e as vantagens e desvantagens de cada um deles!

Transporte aéreo

Este é realizado pelas aeronaves e pode ser misto (carga e passageiro) ou somente carga. Rápido, ele é ideal para mercadorias urgentes, de alto valor ou pequenos volumes. As desvantagens estão relacionadas à menor capacidade de carga, além do valor de frete e também de infraestrutura elevado.

Transporte ferroviário

A principal característica deste modal é a possibilidade de percorrer longas distâncias e comportar grandes quantidades de carga, que podem ser das mais variadas. Outro benefício é possuir menor custo de seguro e frete, além de menores índices de roubos e furtos. As desvantagens são a falta de flexibilidade no trajeto, a distância dos centros de produção, o transbordo nos portos e a necessidade de embalagens mais rígidas.

Transporte hidroviário – marítimo

Realizado por meio de barcos e navios, ele permite que sejam transportadas centenas de milhares de toneladas com baixo custo. Também é uma alternativa interessante para longas distâncias e grandes volumes de carga.

Transporte rodoviário

Usufruindo de rodovias, este é um dos modais para exportação e importação mais utilizados para transporte de cargas em países de fronteira. Indicado para curtas e médias distâncias, ele funciona de forma simples e permite vários tipos de produto. As desvantagens são o alto índice de roubo, manutenção constante dos veículos e menor capacidade de armazenamento de mercadoria.

Na hora de definir a estratégia logística de transporte, escolha os modais para exportação e importação que mais se adequem às necessidades do produto e do destino, e conte sempre com os serviços especializados da Asia Shipping, referência no transporte internacional de cargas, para lhe ajudar!