Saiba quais são os desafios da importação marítima
Importação
Importação
Marítimo

Os desafios da importação marítima no Brasil

A logística realiza um papel fundamental na economia brasileira, pois é a responsável pelo deslocamento dos mais variados serviços e é muito importante nas atividades de comércio exterior.

Trabalhar nessa área sem dúvidas abre ótimas oportunidades para empresas que desejam melhorar seu desempenho econômico, porém independentemente se atuam com importação ou exportação, é muito comum que apareçam desafios que costumam gerar problemas no dia a dia.

As empresas apostam nas importações com o objetivo de atender a enorme demanda do mercado nacional de mercadorias e serviços que não existem no mercado doméstico ou então não são produzidos em uma quantidade suficiente.

Um dos maiores benefícios da importação é que ela contribui com o aumento da competitividade entre as indústrias e ainda ajuda no desenvolvimento tecnológico das mesmas. Além disso, ela traz outras vantagens como baixa agregação de mão de obra, variação cambial favorável e também o baixo custo de aquisição da moeda em relação ao país comprador.

 

Quais os desafios da importação marítima

São diversos os desafios encontrados pelas empresas no momento de realizar suas importações. Confira abaixo alguns deles:

  •  Infraestrutura ineficiente e insuficiente dos portos brasileiros: além dos constantes congestionamentos nos portos, são encontradas também dificuldades como atrasos para a liberação de mercadorias, que geram custos altíssimos tanto para os importadores, quanto para os exportadores. Portanto, a melhoria na infraestrutura dos portos é um ponto fundamental para ajudar no aumento da competitividade das empresas.
  • Complexidade da legislação aduaneira: a legislação aduaneira é extremamente complicada e dificulta os procedimentos de importação, tanto no que se refere à tributação, quanto no que diz respeito às exigências e processos impostos pelo governo brasileiro.
  • Dificuldade para gestão dos custos de aquisição devido à oscilação constante do câmbio: a oscilação constante do câmbio prejudica o planejamento e a formação de preço das mercadorias importadas ou que dependem de serviços de outros países. Por esse motivo, as organizações precisam praticar valores maiores para conseguir diminuir os possíveis danos provados pela variação cambial, reduzindo assim a competitividade em relação à concorrência doméstica.
  •  Elevada carga tributária sobre os produtos importados: a taxa fixa de importação é 60% do valor do produto, mais os custos do frete e do seguro, caso esses valores não estejam inclusos no valor das mercadorias. Acima do limite de R$ 500, o procedimento passa a ser ainda mais complexo.

Como é realizada a importação marítima?

Quando é realizada a importação marítima, as entregas de mercadorias são efetuadas pelas vias náuticas através de um navio cargueiro que esteja autorizado a estabelecer essa transição.

Essas mercadorias transportadas pela importação marítima necessitam estar 100% regularizadas em todos os órgãos envolvidos na fiscalização, tanto em relação ao produto quanto em relação à transição. Além disso, essa é uma forma mais segura com redução nos custos e conta com maior prazo de tempo, se comparada com a importação via aérea, por exemplo.

O módulo de controle de carga aquaviária do Sistema Integrado de Comércio Exterior (Siscomex), chamado Siscomex Carga, atua no controle da entrada e saída das embarcações, da movimentação e unidades de cargas em portos, assim como da entrega de cargas pelo depositário.

Se interessou pelo assunto? Nós podemos cuidar das suas cargas de qualquer origem para qualquer destino, de maneira segura, otimizando suas operações e reduzindo custos. Entre em contato conosco e saiba mais sobre como a Asia Shipping pode facilitar os negócios de importação marítima da sua empresa.